Desafio

Criar uma marca que representasse o novo momento do projeto e que desse uma cara mais institucional definitiva para a BBLL.

Principais Entregas

Dado que a Bienal de Brasília nunca teve um logo próprio, tendo trabalhado diferentes identidades em suas três primeiras edições – completamente desconectadas uma da outra. 

Criamos, portanto, uma marca dinâmica, que está em constante movimento. Optamos por trabalhar com o acrônimo no logo para solucionar o desafio do nome muito extenso da marca. As letras foram desenhadas à mão e a escolha tipográfica harmonizou uma fonte tradicional com outra super moderna. 

Além disso, tínhamos um segundo desafio: criar a identidade visual da BBLL 2018. Como solução, trabalhamos com o conceito de pluralidade, na intenção de explicitar as diversas dimensões da nova Bienal. Criamos uma IDV efêmera e diversa, utilizando cores vibrantes e mesclando formas assimétricas e geométricas, buscando traduzir visualmente esse conceito.